Doutoramento em Estudos da Criança, especialidade de Literatura para a Infância

20202.jpg

Realizaram-se no dia 08 de janeiro de 2020, às 14h30, as Provas de Doutoramento em Estudos da Criança, especialidade de Literatura para a Infância, requeridas pelo Mestre Pedro Gabriel Reis Albuquerque Moreira d’Alte, tendo como orientador o investigador do CIEC Fernando José Fraga de Azevedo. O júri foi presidido pelo Doutor Nelson Manuel Viana Silva Lima, tendo estado presentes os seguintes vogais:  Doutor Fernando José Fraga de Azevedo, da Universidade do Minho; a Doutora Maria Lourdes da Trindade Dionísio, Professora Associada do Instituto de Educação da Universidade do Minho; a Doutora Sara Raquel Duarte Reis Silva, Professora Auxiliar do Instituto de Educação da Universidade do Minho; a Doutora Ângela Maria Franco Martins Coelho de Paiva Balça, Professora Auxiliar do Departamento de Pedagogia e Educação da Universidade de Évora e a Doutora Glória Maria Lourenço Bastos, Professora Auxiliar do Departamento de Educação e Ensino à Distância da Universidade Aberta. No final, o júri deliberou, por unanimidade, aprovar o candidato atribuindo-lho, a menção de “Bom com Distinção”.

Título da Tese: “Da educação literária à leitura de mundos. Práticas literárias em contexto escolar no séc. XXI”

20201.jpgResumo: O seguinte exercício intelectual relaciona-se com vários domínios de saber: a educação literária; a crítica e a análise literária de obras sugeridas pelo Plano Nacional de Leitura; a problematização do discurso normativo português no que é atinente às indicações para trabalhar o texto literário na Escola; a apropriação e a operacionalização desse mesmo discurso pelos atores envolvidos no processo de ensino (docentes, alunos e editoras); as atividades de promoção de leitura literária, a formação de leitores e a investigação das próprias práticas letivas com vista a uma melhoria qualitativa das mesmas. O esforço investigativo assume, como intenção global, o favorecimento de leituras literárias a partir de obras integrais e em contexto escolar. Para esse efeito, opta-se, processualmente, pela contextualização da ação literária na escola e, também, pela descrição e pela reflexão de tópicos como: a orientação tutelar, as metodologias literárias e os instrumentos utilizados atualmente no âmbito da educação literária. Deste modo, caracteriza-se a dinâmica literária e permite-se averiguar, numa primeira fase, quais os impedimentos para a abordagem da obra literária em sala de aula e em contexto escolar. Por meio da investigação-ação, intenta-se, posteriormente, a criação de condições que permitem superar as dificuldades para a emergência da educação literária por meio de textos sem supressões e com o maior envolvimento possível dos principais atores da comunidade escolar.

Deixar um comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s