Doutoramento em Estudos da Criança, especialidade de Educação Física, Lazer e Recreação

18.jpg

Realizaram-se no dia 22 de março de 2019, às 14h30, as Provas de Doutoramento em Estudos da Criança, especialidade de Educação Física, Lazer e Recreação, requeridas pela Mestre Christine Vargas Lima, tendo como orientador o investigador do CIEC António Camilo Teles Nascimento Cunha. O júri foi presidido pela Doutora Maria da Graça Ferreira Simões de Carvalho, tendo estado presentes os seguintes vogais: Doutora Maria Beatriz Ferreira Leite de Oliveira Pereira, da Universidade do Minho; Doutor António Camilo Teles Nascimento Cunha, da Universidade do Minho; Doutor Artur Manuel Sarmento Manso, da Universidade do Minho; Doutor Antonino Manuel de Almeida Pereira, do Instituto Politécnico de Viseu e o Doutor Alberto de Oliveira Monteiro, Universidade Federal do Rio Grande do Sul – Brasil. No final, o júri deliberou, por unanimidade, aprovar a candidata atribuindo-lhe, a menção de “Bom com Distinção”.

Título da Tese: “Os Jogos Cooperativos com crianças: Construindo caminhos de cidadania”

17.jpgResumo: Esta investigação teve como problema central os jogos cooperativos e a construção da cidadania. Este problema teve origem na observação de crianças flageladas pelas enchentes ocorridas na região sul do Brasil no ano de 2014 e na verificação de que o(s) jogo(s) (cooperativo) foi decisivo no mitigar a dor e ao mesmo tempo foi decisivo na criação de laços relacionais, afetivos, colaborativos entre as crianças e entre crianças e adultos. Perante esta evidência empírica, estabeleceu-se um recorte na investigação, em que se analisou uma escola do bairro atingido pelas enchentes. Dessa forma, através da observação participante, diário de campo e entrevistas, tentou-se conhecer as características, representações, linguagens sobre jogos (cooperativos) de trinta e cinco crianças. Sendo quinze crianças vítimas da tragédia e vinte que não estiveram diretamente ligadas a esse acontecimento. Por outro, lado pretendeu-se conhecer também as representações/narrativas dos pais (oito pais) e dos professores (nove professores) que estiveram nesse envolvimento. A investigação teve como ponto de partida a pergunta/problema: Qual a importância dos jogos cooperativos na construção da cidadania das crianças atingidas pelas enchentes? Percorrendo uma abordagem qualitativa e tomando como enfoque investigativo o estudo de caso, a investigação procurou conhecer de forma aprofundada (intrusiva) a importância dos Jogos Cooperativos na construção de laços cidadãos (afetivos, emocionais, relacionais, participativos, de acolhimento, alteridade, políticos…) num determinado contexto e com determinados sujeitos. Os dados recolhidos foram submetidos a uma análise de conteúdo. As informações recolhidas e os resultados apurados mostram que os Jogos Cooperativos são uma fonte inesgotável que potencializa e manifesta a dimensão relacional – característica tão importante da condição humana. Este facto não deveria ser esquecido pela Educação. Depois das conclusões do estudo e inspirado na riqueza das informações/conhecimentos recolhidos, apresenta-se uma proposta intitulada: Os jogos Cooperativos e a Práxis da Cidadania, como um exercício/contributo para a problemática.

Anúncios

Deixar um comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s