Doutoramento em Estudos da Criança, especialidade de Matemática Elementar

14

Realizaram-se no 8 de março, às 10h, as Provas de Doutoramento em Estudos da Criança, especialidade de Matemática Elementar, requeridas pelo Mestre Manuel Zenza, tendo como orientador o investigador do CIEC Pedro Manuel Baptista Palhares. O júri foi presidido pelo Doutor Leandro da Silva Almeida, tendo estado presentes os seguintes vogais: Doutor Pedro Manuel Baptista Palhares, da Universidade do Minho; Doutora Maria Cecília Rosas Pereira Peixoto da Costa, da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro; Doutora Maria Alexandra Oliveira Gomes, da Universidade do Minho; Doutora Ema Paula Botelho Costa Mamede, da Universidade do Minho e Doutora Margarida de Jesus Silva Raposo, da Universidade dos Açores. No final, o júri deliberou, por unanimidade, aprovar o candidato atribuindo-lho, a menção de “Muito Bom”.

Título da Tese: “Influência das atividades com blocos na visualização espacial em crianças de 5 anos de idade (construção de formas, puzzles e padrões)”

Resumo: O presente estudo foi desenvolvido na base de uma investigação de natureza mista, tirando partido da análise qualitativa e da análise quantitativa, integrando-se num ponto intermédio entre os dois paradigmas. Tendo por base as evidências apresentadas por vários investigadores, a matemática elementar desempenha um papel importante na aprendizagem e é base para o desenvolvimento de vários conceitos matemáticos posteriores. Existem estudos que sugerem que as tarefas iniciais de construção com blocos estão relacionadas com as capacidades espaciais. Muitos investigadores também observaram crianças do pré-escolar em jogos com blocos e concluíram que as propriedades geométricas inerentes aos blocos influenciam o desenvolvimento do pensamento lógico-matemático e espacial em crianças pequenas. Existem também evidências sobre a diferença de género e estudos recentes defendem que tal evidência começa a ocorrer ao nível do pré-escolar, sugerindo mesmo que uma aposta em programas com tarefas espaciais no pré-escolar pode ser mais benéfica para as meninas do que para os meninos. Partindo destes estudos, o foco da nossa investigação foi o de examinar a influência das atividades com blocos na capacidade de visualização espacial das crianças e verificar se existem diferenças de desempenho entre rapazes e raparigas. Analisados os resultados do Pré-teste e Pós-teste, verificamos que existe uma correlação estatisticamente significativa nos desempenhos de todas as crianças do pré-teste para o pós-teste. No grupo experimental 13.jpgverificamos uma melhoria estatisticamente significativa do pré-teste para o pós-teste com uma pontuação média a evidenciar significativamente a eficácia do programa desenvolvido, quando comparado com o grupo de controlo. Relativamente ao género, verificamos que existem diferenças significativas de desempenho em função do género apenas no pós-teste do grupo experimental a favor dos rapazes que apresentam uma média de desempenho superior às raparigas. Quanto às estratégias de resolução de problemas, verificamos que as crianças recorrem a procedimentos diversificados quando resolvem tarefas de construção com blocos, evoluindo gradualmente na maioria das tarefas.

Anúncios

Deixar um comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s