Doutoramento em Ciências da Educação, na especialidade de Desenvolvimento Curricular

59

Realizou-se no dia 27 de setembro de 2016, às 14h, as Provas de Doutoramento em Ciências da Educação, na especialidade de Desenvolvimento Curricular, requeridas pela Mestre Diana Alexandra Ribeiro Pereira, tendo como orientador a investigadora do CIEC Maria Assunção Flores Fernandes.

Este foi um doutoramento europeu, realizado em parceria com a Universidade de Mardalen, da Suécia. O júri contou também com duas participações de investigadores estrangeiros, a saber,  Laila Niklasson, da Universidade de Malarden, Suécia, e Geert Devos, da Universidade de Ghent, Bélgica.

O júri foi presidido pelo Doutor José Augusto de Brito Pacheco, tendo estado presentes os seguintes vogais, para além dos convidados internacionais já mencionados: a Doutora Maria Assunção Flores Fernandes, da Universidade do Minho; o Doutor José Carlos Bernardino de Carvalho Morgado, da Universidade do Minho; o Doutor Carlos Manuel Ribeiro da Silva, da Universidade do Minho; a Doutora Patrícia Maria Freire de Andrade Carvalho Rosado Pinto, da Universidade Nova de Lisboa. No final, a candidata foi aprovada, por unanimidade, com a menção de “Muito Bom”.

Título da Tese:Assessment in Higher Education and Quality of Learning: Perceptions, Practices and Implications

60Resumo: A avaliação desempenha um papel fundamental no processo de ensino e aprendizagem. A implementação do Processo de Bolonha no Ensino Superior despoletou mudanças nas universidades Europeias no que diz respeito ao currículo e à reorganização de programas com implicações para os processos de ensino, aprendizagem e avaliação. O objetivo principal deste trabalho de investigação é compreender o modo como os professores e os alunos universitários percecionam o processo de avaliação no ensino superior. O estudo foi realizado em cinco universidades públicas Portuguesas e uma universidade Sueca, em diferentes áreas do conhecimento. O objetivo principal do estudo é contribuir para a melhoria da qualidade dos processos de ensino, aprendizagem e avaliação no ensino superior. O design de investigação baseou-se numa abordagem mista, incluindo métodos qualitativos e quantitativos, com diferentes técnicas e procedimentos de recolha de dados. Foram utilizadas entrevistas presenciais e questionários abertos online com o objetivo de aprofundar as perceções dos professores universitários acerca da avaliação. O inquérito por questionário foi selecionado com o objetivo de conhecer as perceções de avaliação dos alunos universitários. Os resultados sugerem que uma mudança de paradigma de uma abordagem centrada no professor para uma abordagem centrada no aluno é valorizada pelos professores universitários. Particularmente, uma avaliação centrada no aluno é entendida como positiva, uma vez que traz benefícios para o processo de aprendizagem. Para além disso, fomenta a avaliação formativa e o feedback sendo considerada como um processo de avaliação mais justo. A avaliação dita mais tradicional é entendida pelos professores universitários como tendo efeitos negativos, levando à memorização e representando poucos benefícios em relação à aprendizagem dos alunos. Alguns professores universitários afirmam que mudaram as suas práticas de avaliação após a implementação do Processo de Bolonha. No entanto, os resultados revelam que o teste escrito continua a ser o método mais utilizado para avaliar os alunos. Esta tensão e contradição entre conceções e práticas de avaliação é explicada pela falta de recursos materiais e humanos, pela relação professor/aluno, pela sobrecarga de trabalho, pela falta de disponibilidade para o processo de avaliação, pelo tempo despendido para fazer investigação e pelos constrangimentos institucionais. Os resultados deste estudo também sugerem que a avaliação influencia o processo de ensino e de aprendizagem na perspetiva dos professores universitários. Os alunos universitários, tal como os professores universitários, percecionam a avaliação centrada no aluno mais positiva do que a avaliação tradicional, uma vez que é mais justa, mais eficaz e mais positiva para a regulação do processo de aprendizagem. Pelo contrário, a avaliação tradicional é concebida pelos alunos universitários como menos eficaz, menos justa, promovendo uma abordagem superficial à aprendizagem e tendo um impacto negativo na qualidade da aprendizagem. No entanto, os alunos universitários também afirmam que o teste escrito é o método mais usado. Esta investigação constatou que as ideias que os alunos associam à avaliação estão relacionadas com os métodos de avaliação utilizados e as diferentes áreas de conhecimento. Em geral, a maioria dos alunos associa o teste/exame e as notas com a avaliação. Os resultados também sugerem que o feedback é entendido como mais relevante, eficaz e de uma forma mais positiva pelos alunos avaliados através de uma avaliação realizada através de métodos alternativos do que pelos alunos que são avaliados através de uma avaliação mais tradicional. No que diz respeito a área de conhecimento, as Ciências Sociais e Humanas destacam-se das demais, uma vez que os professores que lecionam nesta área utilizam métodos mais centrados no aluno para avaliar e os alunos desta área associam ideias mais positiva à avaliação. Além disso, os professores que lecionam na área das Ciências Sociais e Humanas afirmam que já utilizavam métodos de avaliação centrados no aluno antes do Processo de Bolonha. A investigação realizada no contexto sueco permitiu encontrar pequenas diferenças entre os dois sistemas de ensino superior. Particularmente, as perceções dos alunos universitários revelam diferenças no que diz respeito aos métodos e modos de avaliação mais utilizados e aos momentos em que ocorre a avaliação. As implicações que emergiram dos resultados sugerem linhas de investigação para futuros estudos.

Deixar um comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s