“Crianças dormem menos do que deveriam”

6

Dormimos menos do que devíamos e as crianças não são exceção. Essa é uma das conclusões de estudo do qual participa a investigadora do CIEC Zélia Anastácio. Entrevistou-se mais de 500 jovens entre os 9 e os 17 anos e a maior parte dormia, em média, sete a nove horas diárias, durante a semana. O que será pouco.

O estudo foi tema de matéria da revista Notícias Magazine de 27 de setembro último.

«A maioria dos alunos possui aparelho multimédia no quarto, o que parece retardar o horário de deitar. Os sintomas que mais admitem são mudanças de humor, ansiedade, bocejar constantemente, agitação e falta de motivação.» Esta é uma das conclusões a que chegaram as autoras do estudo Influência da qualidade do sono na saúde, no comportamento e na aprendizagem de adolescentes de 2.º e 3.º ciclos do ensino básico português, divulgado pelo CIEC no repositório institucional online da Universidade do Minho. Mas além das consequências facilmente detetáveis, há outras, ainda mais graves, que também podem surgir por causa da privação de sono: problemas de saúde, como a obesidade e a menor resistência a doenças, e problemas de comportamento, como hiperatividade, impulsividade e desatenção.

Confira a matéria na íntegra clicando aqui.

Deixar um comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s