Doutoramento em Estudos da Criança, especialidade em Educação Dramática

113Realizaram-se no dia 14 de julho, às 14h30, as Provas de Doutoramento em Estudos da Criança, especialidade em Educação Dramática, requeridas pela Mestre Maria Margarita Gomes Câmara, tendo como orientador a investigadora do CIEC Carla Maria de Faria Alves e Pires Antunes. O júri foi presidido pela Doutora Maria Graça Ferreira Simões Carvalho, tendo estado presentes os seguintes vogais: o Doutor Carlos José Vieira Mendes Cardoso, da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro; a Doutora Francesca Clare Rayner, da Universidade do Minho; a Doutora Carla Maria de Faria Ales e Pires Antunes, da Universidade do Minho; a Doutora Maria dos Anjos Flor Dias, da Universidade do Minho; o Doutor Avelino Bento, do Instituto Politécnico de Portalegre. No final, a candidata foi aprovada por unanimidade.

Título da Tese: “A Expressão Dramática em contexto escolar – Um Estudo de Caso com alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico na Região Autónoma da Madeira”

Resumo: Na Região Autónoma da Madeira, as áreas artísticas fazem parte integrante do currículo do 1º Ciclo do Ensino Básico. Os alunos que frequentam as escolas a tempo inteiro, neste nível de ensino, tem uma hora curricular de frequência obrigatória da área de Expressão Musical e Dramática. Nas atividades de enriquecimento curricular, estas áreas surgem com a designação de Modalidades Artísticas. Este estudo analisou, em particular, as atividades de Expressão Dramática realizadas em contexto de sala de aula, numa escola do 1º Ciclo do Ensino Básico. Nele participaram 24 alunos de uma turma do 3º ano de escolaridade. Privilegiando uma abordagem qualitativa e interpretativa, com base num estudo de caso e recorrendo a técnicas diversificadas (notas de campo, composições visuais e escritas, fotografias, vídeos) a investigação pretende dar a conhecer as potencialidades que a Expressão Dramática pode oferecer em contexto escolar. Os alunos envolvidos assumiram o papel de participantes na pesquisa, contribuindo para a construção de conhecimento neste estudo. Através das atividades de Expressão Dramática e, consequentemente, pela convocação de múltiplas linguagens (corporal, musical, plástica, poética, dança, etc.) proporcionadas aos alunos, foi favorecida a construção de conhecimento, pelo recurso a diversos canais sensoriais, facilitando-se, desse modo, o desenvolvimento da criativid112ade e inteligências múltiplas. Além destes aspetos, as atividades dramáticas foram, essencialmente, atividades de comunicação e de expressão individual e grupal, na medida em que as ações, improvisadas ou planeadas em grupo, valorizavam e reforçavam as competências intrapessoais e interpessoais, a cooperação e o desenvolvimento emocional, moral e cívico de cada um dos participantes. Palavras-chave: Expressão Dramática, alunos, currículo, competências, inteligências múltiplas.

Deixar um comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s