Doutoramento em Ciências da Educação, Especialidade de Desenvolvimento Curricular

102 Realizaram-se hoje, 30 de junho, às 11h, as Provas de Doutoramento em Ciências da Educação, Especialidade de Desenvolvimento Curricular, requeridas pela Mestre Susana Emília Vaz de Oliveira e Sá, tendo como orientadora a investigadora do CIEC Maria Palmira Carlos Alves. O júri foi presidido pela Doutora Isabel Flávia Gonçalves Fernandes Ferreira Vieira, tendo estado presentes os seguintes vogais: o Doutor Domingos Fernandes, da Universidade de Lisboa; a Doutora Maria Assunção Flores Fernandes, da Universidade do Minho; o Doutor António Manuel Águas Borralho, da Universidade Évora; a Doutora Maria Palmira Carlos Alves, da Universidade do Minho; o Doutor José Carlos Bernardino Carvalho Morgado, da Universidade do Minho. No final, a candidata foi aprovada por unanimidade, com a menção de Bom com Distinção.

Título da Tese: “Ensino, Aprendizagem e Avaliação no Ensino Superior: Perspetivas e Práticas”

101Resumo: Com a Declaração de Bolonha (1999), a União Europeia desencadeou, por via legislativa, a reforma das Instituições de Ensino Superior (IES), visando a criação de um Espaço Europeu de Ensino Superior, com a finalidade de melhorar a qualidade dos processos de ensino-aprendizagem. Estes processos deveriam ter em conta os desafios de empregabilidade na sociedade contemporânea, sujeita a maior mobilidade, à renovação científico-tecnológica, à globalização económica e cultural e à facilidade de comunicação e de troca de informações. A finalidade de desenvolver competências profissionais responsabiliza as IES pela criação de oportunidades, oferecidas aos estudantes, nos domínios do conhecimento, das habilidades para usar conhecimentos e para colaborar com os pares na resolução de problemas, assim como pelas experiências de formação pessoal estruturada em torno da liberdade individual e da capacidade para autodeterminar eticamente a sua ação, seja a restrita ao campo profissional, seja a alargada à totalidade da cidadania. Assim, a melhoria dos processos de ensino-aprendizagem implica mudanças nos modos de ensinar, aprender e avaliar, reconstituindo os papéis do docente e do estudante. A reconstituição destes papéis consiste, em síntese, em o docente centrar o ensino na aprendizagem dos estudantes e estes em participar ativamente, desenvolvendo processos de reflexão e de autoavaliação das suas aprendizagens. A perspetiva de unidade e de interação dos domínios do ensino, da aprendizagem e da avaliação altera os modos mais tradicionais de organização do ensino, centrado no professor, e da avaliação da aprendizagem, centrada no produto, sumativa e pontual, para outros modos, subordinados à participação dos estudantes em todas as fases do processo de ensino-aprendizagem e avaliação. Daí que a ênfase posta na participação do estudante e na unidade de ensino, aprendizagem e avaliação faça dirigir as opções metodológicas do docente para os métodos ativos que envolvem os estudantes em atividades que potenciam aprendizagens significativas e pelo uso de formas de avaliação sistemática, formativas, integradas no processo de ensino-aprendizagem, com recurso ao feedback permanente, suscetível de responsabilizar os estudantes e os docentes pela melhoria da aprendizagem em devir. Com a Declaração de Bolonha (1999), a União Europeia desencadeou, por via legislativa, a reforma das Instituições de Ensino Superior (IES), visando a criação de um Espaço Europeu de Ensino Superior, com a finalidade de melhorar a qualidade dos processos de ensino-aprendizagem. Estes processos deveriam ter em conta os desafios de empregabilidade na sociedade contemporânea, sujeita a maior mobilidade, à renovação científico-tecnológica, à globalização económica e cultural e à facilidade de comunicação e de troca de informações. A finalidade de desenvolver competências profissionais responsabiliza as IES pela criação de oportunidades, oferecidas aos estudantes, nos domínios do conhecimento, das habilidades para usar conhecimentos e para colaborar com os pares na resolução de problemas, assim como pelas experiências de formação pessoal estruturada em torno da liberdade individual e da capacidade para autodeterminar eticamente a sua ação, seja a restrita ao campo profissional, seja a alargada à totalidade da cidadania. Assim, a melhoria dos processos de ensino-aprendizagem implica mudanças nos modos de ensinar, aprender e avaliar, reconstituindo os papéis do docente e do estudante. A reconstituição destes papéis consiste, em síntese, em o docente centrar o ensino na aprendizagem dos estudantes e estes em participar ativamente, desenvolvendo processos de reflexão e de autoavaliação das suas aprendizagens. A perspetiva de unidade e de interação dos domínios do ensino, da aprendizagem e da avaliação altera os modos mais tradicionais de organização do ensino, centrado no professor, e da avaliação da aprendizagem, centrada no produto, sumativa e pontual, para outros modos, subordinados à participação dos estudantes em todas as fases do processo de ensino-aprendizagem e avaliação. Daí que a ênfase posta na participação do estudante e na unidade de ensino, aprendizagem e avaliação faça dirigir as opções metodológicas do docente para os métodos ativos que envolvem os estudantes em atividades que potenciam aprendizagens significativas e pelo uso de formas de avaliação sistemática, formativas, integradas no processo de ensino-aprendizagem, com recurso ao feedback permanente, suscetível de responsabilizar os estudantes e os docentes pela melhoria da aprendizagem em devir. Esta investigação, de natureza qualitativa, integrada no Projeto AVENA1, tem como objetivos: contribuir, com as observações realizadas em sala de aula e as entrevistas a docentes e a estudantes, para descrever e conhecer a realidade atual das salas de aulas, quanto às formas como se ensina, como se avalia e como se aprende no Ensino Superior.

Deixar um comentário...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s