Doutoramento em Estudos da Criança, especialidade de Formação de Professores

Realizaram-se no dia 21 de Junho de 2011,  às 11:00 horas, as Provas de Doutoramento em Estudos da Criança, especialidade de Formação de Professores, requeridas pela Mestre Ilda da Purificação Freire Ribeiro, tendo como orientadora a Doutora Maria Teresa Jacinto Sarmento Pereira. O júri foi presidido pelo Professor Doutor Leandro Silva Almeida e incluiu os seguintes vogais: Doutora Maria Teresa  Jacinto Sarmento Pereira, da Universidade do Minho; Doutora Natália Fernandes, da Universidade do Minho; Doutora Maria José Manso Casa Nova, da Universidade  do Minho; Doutor Pedro de Carvalho da Silva, do Instituto Politécnico de Leiria; e o Doutor Henrique da Costa Ferreira do Instituto Politécnico de Bragança. No final, a candidata foi aprovada por unanimidade.

Título da Tese: “Prática pedagógica e cidadania: Uma interpretação crítica baseada na ideia de competência”

Resumo: A problemática da cidadania continua a ser amplamente debatida na actualidade, devido em grande parte ao seu carácter reflexivo, às múltiplas visões de olhar o mundo e às rápidas mutações que perpassam as sociedades contemporâneas. Processadas a ritmos velocíssimos as mudanças societais reflectem-se em diversos contextos, nomeadamente no educativo. Lançam-se novos desafios e apelam-se a renovados reptos. Questões do foro humano e social começam afazer cada vez mais sentido e as políticas educativas apontam directrizes que vão ao encontro dessas perspectivas. Ambiciona-se que no campo educativo a aprendizagem e a educação para a cidadania se convertam na principal prioridade do ensino básico. Ao considerar-se a escola como um espaço privilegiado para a formação de cidadãos é necessário que os professores reflictam sobre a sua prática pedagógica de forma a promover nas crianças competências de índole social, pessoal e ético, úteis para o pleno exercício da cidadania e para a participação na vida em sociedades plurais. Reitera-se que o professor com

prometido com a aprendizagem da cidadania deve possuir essas competências procurando responder aos desafios emergentes. Nesta perspectiva, o professor constitui-se como um elemento fundamental para promover a cidadania em ambiente educativo, o que requer uma formação profissional fundamentada nos conteúdos da cidadania democrática. A presente investigação percorre os caminhos da cidadania na prática pedagógica. Pretende-se clarificar conceitos e discutir representações de cidadania, prática pedagógica e competência, aflorar de que modo é que o professor na sua prática diária promove a cidadania e contribuir para o debate sobre questões de cidadania. Privilegia-se um quadro paradigmático de investigação numa perspectiva interpretativa e adopta-se o uso de instrumentos qualitativos de recolha e análise da informação procedentes de entrevistas semi-estruturadas aos professores pertencentes a um determinado contexto de 1.° Ciclo do Ensino Básico e às crianças do 4.° ano de escolaridade da mesma escola. O trabalho de interpretação realizado permitiu descortinar representações e práticas de cidadania na prática pedagógica bem como reflexões e sentires dos participantes em temáticas como: competências profissionais, valores da sociedade, direitos das crianças e formação de professores. Os resultados permitiram evidenciar que os professores potenciam o desenvolvimento de competências de cidadania nas crianças pela via da cidadania, e na sua prática pedagógica procuram criar ambientes onde se vive realmente uma cidadania democrática e participativa. Os dados obtidos ainda sugerem que as crianças reconhecem a importância da cidadania para uma convivência saudável, identificam alguns dos seus direitos e reconhecem também que respeitar os seus direitos é um acto de cidadania.

Anúncios