Doutoramento em Estudos da Criança, especialidade de Educação Física, Lazer e Recreação

Realizaram-se no dia 14 de Julho de 2011,  às 14:30 horas, as Provas de Doutoramento em Estudos da Criança, especialidade de Educação Física, Lazer e Recreação, requeridas pela Mestre Simone de Miranda, tendo como orientador o Doutor António Camilo Teles de Nascimento Cunha. O júri foi presidido pelo Professor Doutor Leandro Silva Almeida e incluiu os seguintes vogais: Maria Beatriz Ferreira Leite de Oliveira Pereira da Universidade do Minho; Doutor António Camilo Teles de Nascimento Cunha, da Universidade do Minho; Doutora Maria Isabel Dias Carvalho Neves Cabrita Condessa, da Universidade dos Açores; Doutor César Augusto Araújo Fernandes Meira de Sá, do Instituto Politécnico de Viana do Castelo; e o Doutor Antonino Manuel Almeida Pereira, do Instituto Politécnico de Viseu. No final, a candidata foi aprovada por unanimidade.

Título da Tese: “O Desenvolvimento dos Professores Universitários de Educação Física e os Ciclos de Vida Profissional: três estudos de caso”

Resumo: Esta investigação centra-se no professor e tem como objeto de estudo o desenvolvimento dos professores universitários de Educação Física. A finalidade deste estudo é compreender esse desenvolvimento (pessoal e profissional) nas fases da carreira docente. Procuramos analisar e interpretar como os professores se desenvolvem profissionalmente em pensamentos e ações no contexto de formação e prática docente. O desenvolvimento profissional é um processo dinâmico, contínuo e reflexivo, no qual o professor é o elemento principal, quer através de sua mobilização e envolvimento pessoal, quer na reflexão sobre sua prática e na escolha de suas ações. A profissão docente se configura com os componentes que envolvem a vida e o contexto do professor, não são indissociáveis e nem excludentes, se articulam no processo de desenvolvimento ao longo da vida desse profissional. Partimos do pressuposto de que o professor se desenvolve na interação das dimensões pessoal, social e profissional. É fundamental compreendê-lo como pessoa, pois a forma de reconhecer o que diz e faz é ditado por sua pessoa, por sua personalidade, assim como é importante perceber que a formação desse profissional depende das relações que estabelece com o mundo e consigo mesmo. Os aportes teóricos, os quais sustentam as linhas de argumentação central desta tese, têm relação com as teorias e modelos de formação, profissão e desenvolvimento do professor e a questão dos ciclos de vida profissional, que trata da profissão e o contexto desses ciclos. Serão também abordadas a reflexão e a prática reflexiva na formação, bem como a socialização, identidade e desenvolvimento: as dimensões de ser professor. A proposta metodológica adotada assentou na abordagem qualitativa, por viabilizar de forma mais profunda a compreensão do objeto em análise. A investigação se caracteriza como interpretativa e se materializou em três estudos de caso. Utilizamos a expressão biográfico-narrativa para apontar o tipo de pesquisa da abordagem utilizada. Optamos pela história de vida como o caminho da nossa investigação, com o propósito de compreender a percepção que os professores formadores de Educação Física têm do seu desenvolvimento profissional. A amostra (os professores escolhidos) correspondente ao universo do trabalho foi constituída por professores de Instituições de Ensino Superior (IES) de diferentes áreas de conhecimento que atuam na formação inicial e continuada dos professores de Educação Física e em outros contextos de intervenção da área, na região da cidade de Curitiba. A pesquisa contemplou três professores universitários de Educação Física, não considerando a representatividade numérica da amostra, e sim, procurando focar e dar visibilidade à voz dos atores e suas diferentes histórias, conseguindo, desta maneira, enriquecer esta investigação. Utilizamos as seguintes técnicas para a recolha do material empírico: a entrevista semiestruturada, a observação não participante e a análise documental. Para orientar a análise de dados, utilizamos as referências teóricas sobre o desenvolvimento profissional do professor, os ciclos de vida profissional e a formação docente, apresentada na revisão de literatura. Escolhemos a Análise de Conteúdo como a técnica de organização e tratamento dos dados. O tratamento dos dados coletados seguiu os princípios da técnica da triangulação, com o objetivo de abranger a máxima amplitude na descrição, explicação e compreensão do foco em estudo. Com os resultados obtidos, foi possível conhecer a pessoa do professor; conhecer o significado da atividade; conhecer a pessoa – na lógica da socialização – do professor como um adulto em desenvolvimento; conhecer as perspectivas construídas ao longo dos ciclos de vida profissional; compreender e revelar como os professores constroem o significado de suas ações; compreender e revelar como se caracteriza a identidade do professor na trajetória profissional.